30/09/15 por Casimiro Perez

A inclusão da mulher no mercado de trabalho é um tema recorrente há um bom tempo aqui no Brasil. Com a divulgação da lista Melhores Empresas GPTW de 2015, pudemos observar a evolução do tema. Chegamos à conclusão de que a “fase 1” da inclusão das mulheres nas Melhores GPTW já está bem estabelecida, mas ainda temos um longo caminho à frente.

Consultoria GPTW

Nossos serviços de Consultoria permitem um grande aprofundamento no resultado das pesquisas com relatórios completos, análises e grupos focais. Além disso, nossas palestras e workshops utilizam toda a expertise adquirida em mais de duas décadas do GPTW para que sua empresa atinja os resultados por meio das pessoas!

» Agende uma reunião

Primeira etapa concluída

Vejamos como a quantidade de mulheres nas Melhores Empresas GPTW tem progredido nos últimos 10 anos:

2015.09.30 - papel das mulheres.png

A flutuação nos números é esperada, pois empresas diferentes foram premiadas em anos diferentes, o que invariavelmente irá alterar a amostra dos funcionários avaliados. O mais importante é a tendência do aumento da participação feminina no mercado de trabalho, que pode ser vista com a linha pontilhada.

Isso se deve à crescente atenção que o tema da igualdade de gêneros conquistou em nossa sociedade. Obviamente, a situação geral no país ainda não está ainda perto disso, mas é natural que as Melhores Empresas para Trabalhar sejam as primeiras a mostrar avanços.

Podemos notar uma estagnação ou, ao menos, uma diminuição no ritmo de crescimento após 2012, o que também é natural. De acordo com o Censo de 2010, a população brasileirada era formada por 49% de homens e 51% de mulheres – os números nos locais de trabalho deveriam realmente apresentar pouca variação após atingir números próximos ao da distribuição populacional por gênero. 

Por isso, podemos dizer que nas Melhores GPTW, a primeira etapa da inclusão das mulheres no mercado de trabalho está próximo de ser concluída. Mas, como dissemos, o trabalho ainda está longe de ser finalizado.

O que precisa melhorar

Embora tenhamos, nas Melhores Empresas para Trabalhar uma situação bem mais justa quanto à participação de mulheres, percebemos que quanto mais avançamos nas hierarquias das empresas, observamos uma discrepância cada vez maior. De 2005 para cá, o número de mulheres em cargo de liderança mais que dobrou, de 20% para 42%. Mas esse número pode ser enganoso se o tomarmos como reflexo da realidade. Ao decompor um pouco mais essa distribuição, encontramos um cenário um pouco diferente:

2015.09.30 - papel das mulheres 1.png

E também não é como se as mulheres estejam menos preparadas que os homens. Segundo dados do IBGE, essa era a distribuição por gênero de brasileiros com Ensino Superior completo ou maior:

2015.09.30 - papel das mulheres 2.png

Portanto, podemos perceber que ainda levará algum tempo para atingir a real igualdade de gênero nas empresas. Entre os gestores, os números já estão mais próximos da distribuição populacional, embora ainda haja espaço para maiores avanços. Contudo, nos níveis mais altos das empresas, infelizmente vemos um mundo dominado por homens.

 Portanto, existe na verdade, mais de uma barreira a ser quebrada: a primeira etapa (a inserção das mulheres no mercado de trabalho) está bem encaminhada nas Melhores GPTW e avança de forma rápida no país como um todo. A próxima barreira é a inserção das mulheres nos altos níveis de liderança das empresas, que atualmente progride em um ritmo muito mais lento.

 Essa lentidão ainda mostra que há resistência nas altas lideranças e grupos investidores que controlam as organizações (ambas compostas por grande maioria de homens). Há uma desconfiança infundada na capacidade de uma mulher em liderar uma empresa.

Mas como toda barreira como essa, é apenas questão de tempo para que ela seja quebrada. Algumas das Melhores Empresas já possuem práticas voltadas para a preparação e desenvolvimento de mulheres com o objetivo de ocupar cargos de liderança. Cada vez mais essas práticas deverão se tornar comuns. E, assim poderemos testemunhar em primeira mão, a melhoria dos ambientes de trabalho indicando avanços na sociedade como um todo.

Conteúdos Relacionados